Rescaldo - Ação Solidária GpS - Distribuição de Cabazes

18. 01. 04
Visitas: 1207

No rescaldo da época natalícia e porque importa conhecermos as ações internas solidárias, informa-se toda a comunidade que, no seguimento das atividades de natal e da mobilização da própria comunidade escolar, o GpS (Gabinete para o Sucesso) entregou 30 cabazes de Natal a 30 famílias carenciadas do Agrupamento, que foi o número de situações sinalizadas junto "do Gabinete". Apesar de todas as dificuldades/constrangimentos inerentes a todo este processo, que não foi fácil, tudo acabou por valer a pena perante a reação de alguns encarregados de educação, que se emocionaram verdadeiramente aquando do contacto do GpS. A partir desse momento, tudo foi mais fácil, tudo fez mais sentido e tudo valeu mais a pena.

A Direção do Agrupamento torna públicos 4 agradecimentos muito especiais, muito sinceros e muito sentidos:

- um ao GpS, na pessoa da sua Coordenadora - a Prof. Ana Lúcia Nunes - porque se mobilizou numa operação (sempre) sensível, muito importante e em que o nosso Agrupamento (e a Direção em particular) acredita e que foi concluída com sucesso e em tempo útil (antes do Natal, portanto);


- outro aos alunos, na medida em que foram os seus atos solidários que somados deram dimensão e significado à iniciativa e tornaram bem sucedida a ação-GpS, já que com o contributo de todos foi possível tornar um pouco menos agreste a vida de algumas pessoas que se encontram em situação de fragilidade;


- outro agradecimento aos Diretores de Turma (muitos deles colocados de novo no Agrupamento) que se dignaram responder ao apelo interno e que souberam colocar-se "na situação do outro" e tiveram a sensibilidade necessária para percecionar carências, algumas delas verdadeiramente gritantes;


- outro ainda para os alunos da Associação de Estudantes-ESL porque se revelaram colaboradores incansáveis nesta nobre missão, abdicando de horários próprios de refeição e de lazer e que assim tornaram possível a logística de organização dos cabazes para o seu encaminhamento.


Uma vez que o número de cabazes angariados foi superior ao número de famílias carenciadas sinalizadas, o GpS encaminhou para a CPCJ todo o "excedente" interno e alargou a ação solidária a famílias locais que também se encontram em situação difícil e que assim tiveram uma quadra festiva um pouco mais reconfortante.

A todos muito obrigado pela demonstração de que o nosso é (entre outras qualidades) um AGRUPAMENTO SOLIDÁRIO.